.posts recentes

. Guarda-redes da Selecção ...

. The Beatles - I Me Mine

. Espírito Natalício

. Segunda-Feira!

. Algumas partes do melhor ...

. Concerto Ray Wilson (Ex-G...

. Franz Ferdinand - Lucid D...

. Franz Ferdinand - Campo P...

. João Só e os Abandonados ...

. The Muppets - Bohemian Rh...

. Cabeleireiro

. Bombeiros Voluntários da ...

. Keane - Again & Again

. Pequeno Nikita

. Razorlight - Golden Touch

. Kirchhoff Arctic Set "Stu...

. Sem ideias para um título...

. Futebol

. Quando eles tinham cabelo...

. New Shoes

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

Prato Sabian





A minha última compra, o prato de topo de gama da Sabian, nem vou dizer quanto é que me custou, muitos de vós iriam achar o preço bastante excessivo por um simples prato para a bateria, de qualquer forma, paga-se bem caro pela qualidade.

O mais engraçado na compra do prato, foi a forma como eu consegui juntar o dinheiro, não precisei de tirar do meu ordenado, juntei algum dinheiro com umas vendas de produtos através de um site na Internet. Para ser sincero, não tenho grande jeito para o negócio, mas tudo o que tinha em casa que não me fazia falta, colocava tudo à venda no tal site.
Uma vez até vendi um fato de treino do Sporting que o meu irmão me tinha oferecido, o tamanho era o L, cabiam duas pessoas como eu dentro do fato de treino. O meu irmão ficou um bocado triste, não estava nada à espera que eu vendesse o fato de treino que ele me tinha oferecido. Sempre que vinha ao fim-de-semana a casa, acabava por descobrir qualquer coisa para vender, vendi equipamento informático, peças da bateria, roupa, livros, enfim, tudo o que não me fazia falta.

Agora sinto um vazio, não encontro nada em casa que possa vender, quer dizer, a não ser o bigode do meu pai, já vendi coisas que nunca pensei que alguém comprasse, talvez até desse para vender o belo bigode dele.

Só vi uma vez o meu pai sem o bigode, num "acto de loucura" decidiu cortá-lo, uma mudança radical, desde os 19 anos que usa bigode. Só teve 1 minuto de alegria, foi quando se viu ao espelho, ficou todo contente com a mudança de visual, após vários anos a usar bigode, seria desta que iria cortá-lo. Assim que chegou ao pé da minha mãe, ela começou logo a dizer que ele estava horrível, pudera, nunca o tinha conhecido sem bigode, ao menos podia-lhe ter dado uma hipótese, no início é estranho, mas com o passar do tempo habituamo-nos. O meu pai lá ficou um bocado triste, mas não restou outra opção senão deixar crescer novamente o bigode que a minha mãe tanto gosta.

Esta conversa parva serviu apenas para contar a história do bigode do meu pai. Eu já ando com a ideia de deixar crescer um bigode à Robert Mugabe. 

publicado por Ringo às 22:48
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De DJ a 1 de Outubro de 2009 às 16:32
O quê? Uns sapatos?! LOL
Mas vendes quê, à cobrança? É que eu não tinha coragem de ir entregar uns sapatos usados a outra pessoa...
Vendes isso aonde? No Ebay? Ou no miau?
Gandas malucos...

De Ringo a 1 de Outubro de 2009 às 17:16
No miau. Tudo o que der entrego em mão, se não for assim, primeiro fazem a transferência bancária e só depois é que envio o produto pelo correio. Se quiseres dou-te 100€ pela tua bateria.
De DJ a 1 de Outubro de 2009 às 22:25
Pela bateria do carro??
A outra na lhe tocas. Tem valor sentimental... Para teres uma ideia foi a fonte de rendimento maior para a casa dos meus pais!!!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links